Velho dilema. Comprar ou alugar um imóvel? A resposta está na calculadora. É preciso considerar quanto renderia o montante que será usado na compra e confrontar com o valor do aluguel de um imóvel similar. Por anos, a balança pendeu para a locação. Mas com a queda dos juros, a situação se inverteu. Ou seja, o retorno da renda fixa era superior à taxa de aluguel, cerca de 0,5% do preço do imóvel. Hoje, o rendimento líquido da renda fixa está abaixo de 0,30% ao mês.

Outra razão que favorece a compra é que, com a crise econômica, muitas famílias e empresas estão colocando imóveis à venda, o que provoca a queda dos valores. Isso traz boas oportunidades para quem aguarda o momento de adquirir a casa própria. Além disso, a Selic – taxa básica de juros que serve de referência para as operações de crédito-, atingiu 2% ao ano – no menor patamar da série histórica. Todos esses fatores são vantajosos para criar um patrimônio físico quanto para investimento.

Cadastre-se

Cadastre seu e-mail e receba nossas informações sobre lançamentos e novidades do mercado em primeira mão!